quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Como se livrar de um vampiro apaixonado - Beth Fantaskey

Aos 17 anos, Jéssica Packwood, está em seu último ano escolar, tem uma melhor amiga chamada Melinda, participa do grupo de matemática, pratica saltos com sua appaloosa Bela e tem uma queda por seu colega de classe Jake.

Jess sempre soube que era adotada e que seu primeiro nome era Antanasia. A realidade bate a sua porta, quando Lucius aparece e então sua família conta sua história e também revela que o seu destino foi selado pouco após seu nascimento. Ela descobre que é filha dos Draghomir e descendente vampira e que a família vivia em guerra com a família Vladescu, também vampiros. Para acabarem com a guerra entre os clãs, as famílias selam um pacto entre seus descendentes: Antanasia e Lucius. Onde, assim que Antanasia completar seus 18 anos, ela deve casar-se com Lucius, unindo os clãs e selando a paz entre as famílias. Pouco depois do noivado os pais deles foram mortos em conflitos na região. Antes de serem mortos e prevendo o breve acontecimento, entregaram Antanasia para o casal de pesquisadores, esperando que pudessem mantê-la em segurança nos Estados Unidos.

Então tudo o que Jéssica sabia da sua vida era uma total mentira. Descobriu-se noiva de um homem que nem conhecia e que acreditada ser um vampiro. Ele fica hospedado com a família Packwood para tentar convencer Jéssica a honrar o pacto feito pelos seus pais, E Jéssica se vê alvo das investidas constantes de Lucius. Só que a jovem não só não acredita em vampiros como também não pretende de forma alguma casar-se com ele e ir para a Romênia. Afinal de contas, ela quer continuar em sua vida nos Estados Unidos e já gosta de outro cara o Jake.

O que ela não consegue explicar é a sensação que percorre seu corpo ao simples toque de Lucius e os sonhos que invadem seus pensamentos nas madrugadas. E como já era esperado, ela se vê atraída por Lucius.
“Seus lábios mal tocaram os meus e uma ânsia me rasgou ao meio, como o desejo por aquele chocolate luxuriante, irresistível, proibido no sonho.” (Pág. 106)
Ela terá que escolher se quer seguir seu destino e cumprir o pacto selado por seus pais ou continuar com sua vida e esquecer que é uma princesa vampira.

A leitura flui maravilhosamente, quando me dei conta não conseguia parar de ler. Capa linda, contexto muito bem elaborado e o desenrolar da trama nos remete a sentir tudo o que a personagem está sentindo. Sem esquecer claro de falar sobre as cartas que Lucius envia para seu tio Vasile que narram toda sua experiência com os Packwood.
Nem precisava citar que estou louca pela continuação! Super, hiper, mega, ultra, giga recomendo!!!



Abraços e boas leituras